Retiro da FMME em Alcochete

Nos dias 9 e 10 de novembro, a Fundação Maria Mãe da Esperança, organiza um retiro em Alcochete com o tema: “ Só Deus Basta”. Vai orientar este retiro o Pe Jorge Fernando, dos Missionários do Verbo Divino.

Um retiro é sempre um tempo forte, de paragem, de escuta, de reencontro com Deus e connosco próprios.

Esperamos por si. Inscreva-se.

Contacto: 967681456

Retiro da FMME no seminário de Leiria

       A FUNDAÇÃO MARIA MÃE DA ESPERANÇA organizou, de 16 a 19 de maio, no Seminário de Leiria, um retiro orientado pelo Sr. Padre Pedro Viva, sob o tema: “O ENCONTRO COM CRISTO NA GRAÇA DOS SACRAMENTOS”.

       O Sr. Padre Pedro, ao longo destes dias, levou-nos a percorrer todos os sacramentos e a tomarmos consciência da eficácia da sua graça a qual, só se compreende à luz da Fé, pois o essencial do sacramento é o invisível.

       Foi bom reflectir na grandeza dos sacramentos, nas graças que deles nos advêm e no caminho de preparação que é preciso percorrer, antes de os recebermos.

Retiro da Fundação

       De 16 a 19 de maio. A Fundação Maria Mãe da Esperança organiza um retiro, que se realizará no Seminário de Leiria, orientado pelo seu Conselheiro Espiritual, Sr. Padre Pedro Viva.

       O retiro começa na quinta feira, dia 16, pelas 19h00 e termina no domingo, após o almoço.

       Será um tempo forte de paragem, silêncio, escuta, encontro com Deus e connosco próprios.

       Se se sente chamado/a a participar inscreva-se. Aguardamo-lo/a com alegria.

       Contacto: 967681456

Retiro no Seminário de Leiria

       Seminário de Leiria acolheu retiro da Fundação Maria Mãe da Esperança sobre “A fé é caminho de encontros”.

       Foram 16 as pessoas participantes nesta experiência espiritual. Vieram das diocese de Leiria-Fátima e de Setúbal. Os temas e os textos foram os do retiro popular desta quaresma. Escutaram e rezaram vários encontros de Jesus: com os discípulos de Emaús, a viúva de Naim, o cego Bartimeu, o cobrador Mateus e os discípulos. Tornaram-se relatos reveladores e inspiradores para as pessoas de hoje, a fim de terem o seu encontro com Jesus vivo, escutarem o seu convite a seguirem-no, tornando-se seus discípulos e mensageiros, pois é isto o ser cristão. Houve ainda celebrações várias, oportunidade de reconciliação e partilha em grupos.

       No final, a satisfação era grande, sentindo-se as participantes mais entusiasmadas a viverem como cristãs na sua vida quotidiana e a darem testemunho da “alegria do Evangelho”, como gosta de dizer o Papa Francisco. O orientador foi o Padre Jorge Guarda.