Construtores

construtores

Lema: “ Se o Senhor não edificar a casa em vão trabalham os construtores”

 (Slm 126,1)

Princípios Orientadores:

O Serviço Construtores inscreve-se na finalidade da FMME: Colaborar na Nova Evangelização. Nasceu com uma íntima ligação ao sonho louco, expressão com que, no interior da FMME, sempre se designou aquilo que viria a ser a Casa de Oração de Fátima (COF).

Por isso o construtor congrega esforços confiando apenas no Senhor, tal como o lema do serviço inspira; mantendo uma oração contínua, exactamente porque se o Senhor não edificar a casa em vão trabalham os que a constroem; e ainda porque a Casa de Oração de Fátima tem como primeira razão de ser formar na oração e para a oração, ser escola onde se ensina e aprende a rezar, conscientes de que a oração é tão necessária à vida quanto o é o pão para a boca.

Assim o construtor acalenta em si a vontade de dar solidez ao projecto da (COF).

Construída já a Tenda do Encontro (Out/2012), é agora, indispensável construir a casa espiritual, feita de pedras vivas.

O construtor tem esta meta como seu principal objectivo.

Assim:

– Dá as mãos e faz esforços para congregar e unir; -Ciente que juntar migalhas é construir, colabora nas campanhas de angariação de fundos;

– e dá  particular atenção aos amicof, velando pelo seu crescimento.

O construtor está ainda comprometido com toda a dinâmica de funcionamento da FMME, que atravessa todos os Serviços, como referido nos 11 pontos da Folha comum aos Serviços da FMME.

Nota: a ficha de inscrição, depois de preenchida, deve ser entregue e ou enviada à FMME.

Cantores

cantores

 

Lema: “Cantai ao Senhor um cântico novo” (Slm 149,1)

Princípios orientadores:

O Serviço Cantores inscreve-se na finalidade da FMME: colaborar na Nova Evangelização, através do canto, que tem, nas suas actividades, uma função estruturante;

Quantos jovens e adultos têm sido tocados no âmago do próprio ser e marcados para a vida ao ouvirem algum cântico espiritual?! E como não recordar Paul Claudel que foi tocado em cheio pela graça e de forma indelével, no preciso momento em que ouviu cantar o Magnificat, na catedral de Notre Dame?!

Os cânticos quando cantados com alma e com júbilo, contribuem para suavizar as durezas da alma, quebrar resistências e abrir o coração para acolher a revelação do Senhor Jesus.

O Cantor sente-se chamado a praticar o cântico novo na sua vida diária.

Toda a sua acção há-de partir e alimentar-se incessantemente do encontro com o Senhor Jesus.

Encontrar Jesus é a graça das graças. Todo aquele a quem é dada tal graça, recebe uma grande luz, que não pode meter debaixo do alqueire, antes, procura que ela ilumine toda a sua vida, para depois a irradiar para os outros.

O Serviço Cantores existe exactamente para levar a luz recebida através do canto.

O cantor, sabendo que os cânticos têm, especialmente nos retiros, tardes de deserto, adorações nocturnas e diurna uma função estruturante, esforça-se por estar presente e contribuir para que o mesmo seja belo, una as pessoas e eleve para Deus.

O cantor está ainda comprometido com toda a dinâmica de funcionamento da FMME, que atravessa todos os Serviços, como referido nos 11 pontos da Folha comum aos Serviços da FMME.

Nota: a ficha de inscrição, depois de preenchida, deve ser entregue e ou enviada à FMME.

Adoradores

adoradores

 

Lema: Orar, no Espírito, sem cessar, em todo o tempo e lugar”.

(Cf 1Tes 5,17; Ef 6,18; 1Tm 2,8)

Princípios orientadores:

O Serviço Adoradores inscreve-se na finalidade da FMME: colaborar na Nova Evangelização.

Toda a acção desenvolvida pelos Adoradores, há-de partir e alimentar-se incessantemente do encontro com o Senhor Jesus. Encontrá-l’O é a graça das graças. Todo aquele a quem é dada tal graça, recebe uma grande luz, que não pode meter debaixo do alqueire, antes, não pode deixar de a partilhar e de a levar aos outros.

O Serviço Adoradores existe exactamente para levar a luz recebida ao maior número de pessoas, pela via mais fecunda do apostolado que é a oração e a contemplação, pois não somos nós que salvamos o mundo, mas o Senhor pela acção do Seu Espírito Santo. Este Serviço pretende que haja, cada vez mais, almas de adoração, indispensáveis para a nova evangelização.

Lembrado de Moisés, o adorador, considera a Tenda do Encontro, da COF, como o lugar por excelência da adoração aonde vai dentro do possível, uma vez por mês, ou, vivendo longe, uma vez por trimestre.

Diariamente, o adorador, senta-se aos Pés do Senhor a ler, meditar e contemplar a sua Palavra, durante meia hora.

Na data aniversária do seu batismo, dedica uma hora à oração interior.

O Adorador está ainda comprometido com toda a dinâmica de funcionamento da FMME, que atravessa todos os Serviços, como referido nos 11 pontos da Folha comum aos Serviços da FMME.

Nota: a ficha de inscrição, depois de preenchida, deve ser entregue e ou enviada à FMME.

Acolhedores

acolhedores

Lema: Óh como é bom e como é belo estarmos unidos como irmãos” (Sl 133,1)

Princípios Orientadores:

O serviço Acolhedores surgiu intimamente ligado à COF a fim de contribuir para que a COF seja fiel ao seu ideal de casa da verdadeira fraternidade onde todos se sentem irmãos e sumamente acolhidos.

O acolhimento a praticar na COF deve ser ao jeito de Maria de Nazaré que acompanhará o acolhedor na sua acção recebendo qualquer visitante como se do próprio Cristo se tratasse.

Assim o acolhedor:

Guiará algum visitante (sobretudo nos dias em que não está a pessoa que lá trabalha);

Cuidará da beleza do ambiente de toda a COF, nomeadamente da Tenda do Encontro, para que quando visitada se respire um ambiente sumamente acolhedor;

O Acolhedor está ainda comprometido com toda a dinâmica de funcionamento da FMME, que atravessa todos os Serviços, como referido nos 11 pontos da Folha comum aos Serviços da FMME.

Nota: a ficha de inscrição, depois de preenchida, deve ser entregue e ou enviada à FMME.